Dicionário Estraviz. Inicio
Início > Resultado da pesquisa

Pesquisa no dicionário

Também podes experimentar a pesquisa avançada

    botar

    v. tr.
     
    (1) Tirar, lançar, despedir de si alguma cousa: botou-lhe um rebolo. ≃ arremessar, chimpar, cimpar, lançar
     
    (2) Expulsar, fazer sair de alguma parte ou apartar com violência, por desprezo ou castigo.
     
    (3) Deixar alguém sem o seu emprego ou dignidade, despedi-lo, despachá-lo: a empresa botou três obreiros.
     
    (4) Pôr as vacas a pascer: desjunge e bota as vacas naquele prado.
     
    (5) Pôr ou aplicar: botar um remendo.
     
    (6) Impor, carregar: botar contribuições; botar o consumo.
     
    (7) Dizer ou representar: botar uma instância.
     
    (8) Atribuir, imputar, achacar: botar a culpa a alguém.
     
    (9) Inclinar, reclinar, recostar: botar o corpo para adiante.
     
    (10) Jogar, apostar: botar a lotaria.
     
    (11) Dar, distribuir, repartir: botar as cartas.
     
    (12) Tomar algum caminho, ir por alguma parte ou estender-se nalguma direção: botou pola corredoira; botou para a direita.
     
    (13) Exagerar, ponderar o que se está a dizer: botou uma de cousas!
     
    (14) Condenar, mandar: botar a presídio.
     
    (15) Usar, pôr: botar luto.
     
    (16) Dirigir a alguém coplas, indiretas ou frases mortificantes: ainda te hei de botar uma que te há de queimar a roupa.
     
    (17) Sementar, espargir a semente: botar o centeio.
     
    (18) Fechar o que está aberto: bota um pouco essa porta.
     
    (19) Publicar, avisar o que se há de executar: botou um bando o alcaide.
     
    v. i.
     
    (1) Brotar as plantas as suas raízes, polas, flores, frutos.
     
    (2) Nascer, sair, surgir: botar os dentes.
     
    (3) Supurar uma chaga, um tumor, uma ferida: bota muita postema esse furuncho.
     
    (4) Soltar, segregar.
     
    (5) Morar, habitar, residir num lugar ou país: botou cinco anos em Paris.
     
    (6) Parecer: boto que se foi.
     
    botar a alma: rebentar de trabalho.
     
    botar a alma às espaldas: não lhe importar às pessoas nada.
     
    botar a andar: marchar bruscamente, sem dizer nada.
     
    botar a arrolo: tirar rodando.
     
    botar abaixo: fazer cair a fruta da árvore.
     
    botar a chave: fechar com chave.
     
    botar a conta: calcular.
     
    botar a correr: tomar carreira, fugir.
     
    botar a fervura fora: ferver a borbulhões.
     
    botar a firma: firmar.
     
    botar a língua fora: fadigar-se.
     
    botar a língua ao orvalho: falar mais da conta, divulgar o que não se deve.
     
    botar a mão: roubar, furtar, sementar grão a grão.
     
    botar a má parte: interpretar mal, equivocadamente.
     
    botar a ninhada: o mesmo que capar o cuco.
     
    botar ao ar: pôr a ventilar.
     
    botar ao fundo: mergulhar.
     
    botar ao lombo: carregar sobre as costas.
     
    botar a perder: desonrar uma donzela, arruinar alguém.
     
    botar a pique: fazer soçobrar ou fundir um barco; arruinar alguma cousa.
     
    botar a porta abaixo: derrubá-la, chamar a ela golpeando excessivamente.
     
    botar a porta ou a janela: fechá-la, entorná-la.
     
    botar a rede: tendê-la para pescar.
     
    botar a rir: dar-lhe o riso a alguém.
     
    botar a roupa ao sol: tendê-la a secar.
     
    botar a semente: espargi-la polo campo.
     
    botar a sonda: ser censurado ou difamado, sobretudo uma mulher que estando solteira espera um filho.
     
    botar as flores: florescer.
     
    botar as proclamas: ler o sacerdote durante a missa o número de matrimónios que se vão celebrar.
     
    botar as tripas: vomitar com excesso.
     
    botar a tesoura: cortar um pano ou lenço.
     
    botar a um lado: apartar, seccionar.
     
    botar barriga: engordar muito.
     
    botar benções: abençoar.
     
    botar chispas: estar furioso.
     
    botar de menos: notar a falta de alguma cousa.
     
    botar em cara: reprochar, increpar.
     
    botar em falta: botar de menos, ter saudades: boto muito em falta as nossas conversas.
     
    botar escuma pola boca: estar desesperado.
     
    botar fora:
     
    (1) Supurar uma ferida.
     
    (2) Sair, abandonar ou deixar um sítio ou atividade: botei-me fora do negócio. Sapos e meigas, botai fora das minhas veigas.
     
    botar lenha ao orvalho: falar mais da conta.
     
    botar lume pola boca: botar pecados, falar mal.
     
    botar lume polos olhos: estar desesperado, estar colérico, raivoso, enfurecido.
     
    botar mão: prender, capturar.
     
    botar matéria: supurar os cascos da vaca.
     
    botar numa cousa: adquiri-la.
     
    botar o demo: livrar-se dum feitiço.
     
    botar o mal de olho: ameigar.
     
    botar os bofes: rebentar com o trabalho ou a fadiga.
     
    botar os cães: incirrá-los.
     
    botar os cimentos: dar começo a uma obra.
     
    botar os olhos por alguém: servi-lo ao máximo.
     
    botar palavras: pronunciar frases incultas, malsoantes.
     
    botar para adiante: empurrar alguém para que ande ou seja mais ativo.
     
    botar pecados: proferir palavrões, maldizer.
     
    botar pestes: botar maldições, falar muito mal de alguém.
     
    botar por diante: adiantar-se numa opinião.
     
    botar polo carro: empurrá-lo.
     
    botar polo chão: espargir, tirar, demolir.
     
    botar por ela: presumir, fanfarronar.
     
    botar por fora:
     
    (1) Ferver.
     
    (2)
    fig. Esbardalhar, não dizer cousa com cousa, falar injusta o desatinadamente sobre algo, criticar ou censurar.
     
    botar por portas: reduzir à maior pobreza.
     
    botar por terra: demolir, derrubar, desfazer.
     
    botar raios: enfurecer-se.
     
    botar raízes: ficar a viver para sempre num sítio.
     
    botar soberbas: ensoberbecer-se.
     
    botar sopas ao leite: botar pão no leite.
     
    botar um baile: bailar um só número de baile.
     
    botar um barco: lançá-lo à água.
     
    botar um bocado: comer alguma cousa.
     
    botar um galgo: dar uma cousa por perdida.
     
    botar uma ajuda: administrar uma lavativa.
     
    botar uma mão: ajudar nalguma cousa.
     
    botar umas frescas: acusar as quarenta.
     
    botar um ponto: fazer com os pés, ao bailar a moinheira, um certo movimento.
     
    botar um remendo: emendar a conduta.
     
    botar um trago: beber vinho.
     
    v. pron.
     
    (1) Investir as vacas ou os bois as pessoas.
     
    (2) Tirar-se, tender-se no chão.
     
    (3) Tender-se vestido na cama.
     
    (4) Decidir-se, determinar-se a alguma cousa.
     
    (5) Deixar, abandonar: o Tonho botou-se fora dos estudos.
     
    botar-se a andar: determinar-se a fazer algo, começar o meninho por si só a dar os primeiros passos.
     
    botar-se a dormir: descuidar-se de tudo.
     
    botar-se a nadar: andar a tentas, buscar ao azar.
     
    botar-se a perder: adquirir alguém maus costumes que não tinha.
     
    botar-se ao mar: suicidar-se.
     
    botar-se aos pés: pedir perdão.
     
    Rfr. Bota-te a enfermar, já verás quem te quer bem e quem te quer mal.
     
    [prov. botar]
Parceiros
e-Estraviz Acerca do Estraviz
Correções e Sugestões
Instruções
Aviso Legal
Privacidade e Proteção de Dados
Outros sites: Imperdível
Portal Galego da Língua
Wiki-Faq do Reintegracionismo
Associaçom Galega da Língua Fundação Academia Galega da Língua Fundaçom Meendinho