Dicionário Estraviz. Inicio
Início > Resultado da pesquisa

Pesquisa no dicionário

Também podes experimentar a pesquisa avançada

    bico

    s. m.
     
    (1) Ato ou efeito de bicar. ≃ beijo, chucho
     
    (2) Aquilo que tem forma saliente mais ou menos pontiaguda.
     
    (3) Ponta.
     
    (4) Formação córnea, constituída por duas partes, de que está provida a boca das aves e de alguns outros animais.
     
    (5) Boca dos peixes.
     
    (6) Boca do homem.
     
    (7) Lábio, beiço.
     
    (8) Focinho dos porcos, vacas e outros animais. ≃ barbela, peteiro
     
    (9) Ponta da barba, parte inferior desta.
     
    (10) Parte da cabeça do porco salgado e curada, que compreende a mandíbula superior com as orelhas sendo a inferior o queixal.
     
    (11) Boca das jarras e outras vasilhas, por onde se bebe. ≃ bica
     
    (12) Estopa grossa.
     
    (13) A ponta da espiga do milho.
     
    (14) Cada uma das pequenas varas que, na poda, ficam na cepa.
     
    (15) Cume do palheiro.
     
    bico da bilha: buraco onde se coloca a bilha nas pipas de vinho.
     
    bico de escaleira: o degrau mais alto dela.
     
    bico da poda: o sarmento com várias gemas que se deixa à cepa ao podá-la, para que dele saiam novas ramas.
     
    bico de Judas: o beijo que se dá com fingimento e falsa intenção.
     
    bico do monte: o cimo, o cume de uma montanha.
     
    bico do pé: a ponta ou extremidade anterior do pé, onde estão os dedos.
     
    bico do peito, do seio ou da teta: mamilo, formação cutânea, bem saliente, nas mamas da maioria dos mamíferos.
     
    bico galhado: lábio leporino.
     
    andar nos bicos dos pés: andar nas pontas dos pés.
     
    calar o bico: calar, não fazer sequer o intento de falar.
     
    comer alguém a bicos: beijá-lo com repetição e veemência.
     
    dar-lhe um bico à bota: botar um ou mais grolos de vinho, aplicando os lábios à boca da bota.
     
    limpa o bico ou limpa-te o bico: limpar a boca, por estar manchada de ovo.
     
    não abrir o bico: não dizer nada, calar.
     
    passar polo bico: mostrar-lhe a alguém uma cousa agradável e gostosa, fazendo que a deseje.
     
    pechar o bico: não falar ainda havendo quem inste a fazê-lo.
     
    perder-se alguém polo bico: prejudicar-se por falar demais, dizendo o que não devia.
     
    pôr-se no bico dos socos: pôr-se na ponta dos pés, tendo estes dentro dos socos.
     
    torcer o bico: pôr má cara.
     
    ter muito bico: ter muita facúndia, ser muito falador e chocarreiro, ser indiscreto e respondão.
     
    Rfr. Animal de bico não faz o amo rico. Bico com bico o primeiro ano de boda; o segundo cu com cu; o terceiro, tu que trouxeche?, que trouxeche tu?
     
    [lat. beccu]

    Palavra pesquisada 648 vezes
Parceiros
e-Estraviz Acerca do Estraviz
Correções e Sugestões
Instruções
Aviso Legal
Privacidade e Proteção de Dados
Outros sites: Através|Editora
Portal Galego da Língua
Wiki-Faq do Reintegracionismo
Associaçom Galega da Língua Fundação Academia Galega da Língua Fundaçom Meendinho