Dicionário Estraviz. Inicio
Início > Resultado da pesquisa

Pesquisa no dicionário

Também podes experimentar a pesquisa avançada
    1ª pessoa do singular do presente do conjuntivo de dar
    3ª pessoa do singular do presente do conjuntivo de dar
    3ª pessoa do singular do imperativo de dar
    3ª pessoa do singular do imperativo negativo de dar

    s. m.
     
    Designação da quarta letra do alfabeto (D ou d).
     

    de

    prep.
     
    (1) Expressa várias relações, como: a) ponto de partida: venho do trabalho; b) origem: este cão é filho do que morreu; c) causa, motivo: morrer de fome; d) aquilo do que algo ou alguém é afastado, liberado, etc.: foi expulsado da sala; e) efeito: tolo de atar; f) meio: viver de esmola; g) assunto: falar do tempo; h) instrumento: picar de esporas; i) modo: vestir de branco; j) agente da voz passiva: maçã mordida dos vermes; k) tempo: sucedeu de noite; l) lugar onde: está do Norte.
     
    (2) Relacionando substantivos emprega-se para definir ou determinar pessoa ou cousa: cara de gato; máquina de empacar; diretor da companhia.
     
    (3) Pode preceder uma oração subordinada substantiva de sujeito ou não: dói-me de ser eu o culpável; quedaste de vir às nove.
     
    (4) Seguindo a que e bem, significa quanto e muito, respetivamente: que de raparigas!; havia bem de gente!
     
    (5) Pode ter um carácter partitivo: alguns de vós; uma pouca (de) água; comeu do pão e bebeu do vinho.
     
    (6) Pode equivaler a desde: de Bandeira te escuitou.
     
    (7) Segue a uma interjeição ou a um adjetivo em certas frases exclamativas ou asseverativas: ai de mim!; feliz de quem tem saúde.
     
    (8) Emprega-se em certas frases perifrásticas: deixou de assistir todos temos de ir; havemos de estar.
     
    (9) Forma muitas locuções adverbiais: de contado; de joelhos; de esguelha.
     
    (10) Contribui para formar inúmeras locuções prepositivas: perto de; longe de; de acordo com.
     
    (11) Entra na constituição de locuções conjuntivas, regendo o substantivo fundamental da expressão: de sorte que; de maneira que.
     
    (12)
    fam. Pode conservar-se em respostas a perguntas onde aparece: de quem é a casa? -É de nosso.
     
    (13) Pode preceder alguns apelidos: Pardo de Andrade.
     
    (14) Às vezes, associa-se a outras preposições: vieram sobre das oito; surgiu de sob a terra.
     
    (15) Forma parte de palavras que consideramos simples: dabondo; dafeito.
     
    (16) Pode introduzir palavras com valor apositivo: o bom do pai.
     
    (17) Como prefixo introduz os conceitos de ablação, ação contrária de cima para baixo: decepar; decompor; decair.
     
    [lat. de]
     

    de(i)-

    Elemento de composição. = Deus, deus: deiforme, deísmo.
     
    [do lat. deus, i.]

    Palavra pesquisada 612 vezes
Outras ajudas