Dicionário Estraviz. Inicio
Início > Resultado da pesquisa

Pesquisa no dicionário

Também podes experimentar a pesquisa avançada

    comer

    v. tr.
     
    (1) Mastigar na boca e engolir alimento para o estômago. ≃ manjar, mascar, mastigar, engolir
     
    (2) Picar ou morder algum inseto: comem-no as pulgas.
     
    (3)
    fig. Gastar em comida: come quanto ganha nas tabernas.
     
    (4) Dissipar a fazenda: já comeu todas as leiras.
     
    (5) Defraudar.
     
    (6) Consumir: a terra come todo quanto estrume lhe metem.
     
    (7) Omitir: o copista comeu mais de uma dúzia de palavras importantes.
     
    (8) Causar comichura a.
     
    (9) Roubar no jogo.
     
    (10) Acreditar facilmente, ingenuamente: come quanto lhe dizem.
     
    v. i.
     
    (1) Alimentar-se, tomar alimento.
     
    (2) Tomar a comida principal do dia. Jantar.
     
    (3) Apanhar pancada.
     
    (4) Roubar.
     
    v. pron.
     
    (1) Consumir-se: come-se de inveja quando vê triunfar os seus contrários.
     
    (2) Devorar-se, perseguir-se mutuamente: comem-se uns aos outros sempre que podem.
     
    (3)
    fig. Acariciar-se em excesso. Diz-se especialmente dos namorados.
     
    (4) Increpar a uma pessoa: se não lhe chego a explicar a causa do que fiz, comia-me a berros.
     
    s. m.
     
    Comida, alimento: o comer bem é indispensável para bem trabalhar.
     
    coma-te juncras!: espécie de imprecação que se dirige a alguém.
     
    come-me a aldeia: di-lo aquele que se consome e aborrece na aldeia por desejar outro ambiente.
     
    come-me o frio: di-lo aquele que sente um frio muito intenso.
     
    comer a dous maxilares: colher dous proventos ao mesmo tempo.
     
    comer alguém: tratá-lo desconsideradamente, insultá-lo até pôr-lhe as mãos na cara.
     
    comer a pão sabido: viver a expensas de outro ou outros dos que recebe socorro diário.
     
    comer arolas: jejuar, não comer cousa de proveito ou que mantenha.
     
    comer as encravaduras de um barco: ser de bom dente.
     
    comer as palavras: pronunciá-las incompletamente.
     
    comer as papas na cabeça a alguém: ser mais alto, sobrelevar.
     
    comer à poutadas: comer com as mãos; comer atropeladamente.
     
    comer a tripa forra: comer muito.
     
    comer como um lobo: devorar, tragar com ânsia.
     
    comer das doze: jantar.
     
    comer de moca: comer de balde, sem custar nada.
     
    comer de seu: comer da sua fazenda ou do seu trabalho.
     
    comer e chorar por mais: diz-se de uma cousa de comer que é muito boa.
     
    comer de focinho de porco: diz-se de uma pessoa que quebra frequentemente a louça.
     
    comeria pedras que fossem: diz-se quando se tem muita fame.
     
    comer-lhe o suor a alguém: levar-lhe desonestamente o dinheiro a alguém. Ocasionar-lhe a outrem trabalhos.
     
    comer o pão com a côdea: diz-se dos que já se sabem valer por si, sem ajuda alheia.
     
    comer os olhos a alguém: explorá-lo, tirar-lhe tudo o que tem.
     
    comer para beber: aconselha não beber álcool com o estômago vazio.
     
    comeu a partida: diz-se do que se decatou da intenção dissimulada de outro e aparenta não tê-la compreendido.
     
    comeu-lhe a porca os livros: refere-se ao mau estudante ou àquele que após a sua titulação não teve cuidado de pôr-se ao dia na sua profissão.
     
    é quem de comer um arpéu: é capaz de tragar qualquer cousa.
     
    está comendo terra: diz-se da pessoa sepultada baixo terra.
     
    faz um vento que come: diz-se do vento muito frio e violento.
     
    hei-lhe comer os fígados: ameaça de morte que lança uma pessoa de génio arroutado.
     
    seica me queres comer a broa?: diz-se à pessoa que pretende enfastiar.
     
    ser de bom comer: comer muito e de tudo.
     
    ter que comer: ter o suficiente para viver com decoro.
     
    todos comemos do pote grande: quer dizer que todos temos boa saúde.
     
    Rfrs. A bem comer, beber há que beber. A comer imos, a trabalhar ide (ou vão). A gana de comer faz o velho correr. Quando como não conheço, quando acabo de comer começo a conhecer. Come leite e bebe vinho, e de velho serás mocinho. Come para viver, e não vivas para comer, que podes perder. Depois de comer e de cear, uns passinhos dar. Mentres tenhas que comer, não faltará quem te venha ver.
     
    [lat. comedere]
Parceiros
e-Estraviz Acerca do Estraviz
Correções e Sugestões
Instruções
Aviso Legal
Privacidade e Proteção de Dados
Outros sites: Imperdível
Portal Galego da Língua
Wiki-Faq do Reintegracionismo
Associaçom Galega da Língua Fundação Academia Galega da Língua Fundaçom Meendinho